CASA MADRE TERESA – AJUDAR TEM SABOR ESPECIAL

Casa Madre Teresa busca recursos para confecção de fraldas geriátricas

Entidade comercializa biscoitos para adquirir os materiais necessários para a produção das peças. Por mês, cerca de cinco mil unidades são doadas para instituições e para doentes assistidos pela Casa Madre Teresa, em Caxias do Sul

Casa Madre Teresa está comercializando biscoitos para angariar recursos para a confecção de fraldas geriátricas. Por mês, o grupo de voluntários oferta mais de cinco mil unidades para os hospitais Pompéia, Geral e Virvi Ramos, além de doentes assistidos pela entidade. Cerca de 14 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social são atendidas por ano pela Casa, com serviços gratuitos e doações.

Até a primeira quinzena de dezembro, voluntárias da Casa Madre Teresa estarão produzindo e vendendo biscoitos de polvilho, amanteigados e pão de mel. A partir de novembro, com a proximidade das festas de final de ano, elas também comercializarão as bolachas natalinas decoradas. Os pacotes custam R$ 10.

Os biscoitos estão à venda em dois locais de Caxias do Sul: na Casa Madre Teresa (Rua Pinheiro Machado, 1.000), nas segundas, terças e quartas, das 13h30min às 16h, e também no restaurante Amada Cozinha (Av. Júlio de Castilhos, 1.989), de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e nos sábados, das 10h às 15h.

“A Casa Madre Teresa faz um trabalho lindo e cheio de significado. Todos os voluntários se dedicam para o bem da comunidade e precisamos continuar com o apoio da população para que consigamos manter e ampliar as ações da Casa. Somos uma rede de solidariedade”, destaca a voluntária Maria Beatriz Dal Pont, que trabalha em prol da entidade e é uma das responsáveis pela campanha dos biscoitos.

Além dos biscoitos, a Casa Madre Teresa, que completa 20 anos em dezembro, também está promovendo outras iniciativas, como o Troco Solidário (em implantação junto a empresas da cidade) e captação de padrinhos para arrecadação de alimentos não perecíveis para as cestas básicas. Interessados em ajudar, podem entrar em contato a coordenadora geral da Casa Madre Teresa, Irmã Eneida Lazzari, através do (54) 3228.7239 ou 9.9955.2663 (WhatsApp). 

OS SERVIÇOS PRESTADOS PELA CASA

Acolhida: as pessoas que esperam atendimento são acolhidas, ouvidas e participam de momentos de reflexão e oração.

Fraldas: em outubro de 2003, comemorando a beatificação da Madre Teresa de Calcutá, foi adquirida uma máquina para confeccionar fraldas geriátricas e, a partir de então, voluntários passaram a produzir, em média, 5 mil fraldas/mês. As fraldas são destinadas às pessoas atendidas pelo SUS nos hospitais Pompéia, Geral e Virvi Ramos e aos assistidos pela Casa (doentes que são visitados e acompanhados pelos voluntários).

Farmácia: conta com o trabalho de voluntários em três setores: coleta, controle de estoque e atendimento. Atendem-se somente receitas do SUS. Recebem-se doações de medicamentos de médicos de Caxias do Sul, laboratórios farmacêuticos, hospitais, pessoas particulares. A Farmácia Solidária integra e interage com outras farmácias solidárias que fazem parte de rede estadual.

Orientação jurídica e psicológica: atende pessoas que têm necessidade de orientação jurídica ou psicológica. Em função da pandemia, os atendimentos estão sendo realizados de forma online.

Alimentos: doação de cestas básicas. As famílias atendidas são mensalmente visitadas. Atualmente, cerca de 90 famílias são atendidas por mês.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                   

Cursos: Dentro do projeto Geração de Trabalho e Renda, mantido pela Casa Madre Teresa, são ministrados cursos diversos de culinária, de modo que os participantes possam preparar a partir dos equipamentos de uma cozinha doméstica, possibilitando a venda em suas comunidades para ajudar no sustento de sua família. Os alunos dos cursos participam de workshop junto ao Sebrae, visando instrumentá-los para empreender e abrir suas empresas.

Roupas: o setor recebe roupas, calçados e cobertores e faz a triagem. Parte é doada e outra parte é vendida no bazar da Casa Madre Teresa a preços simbólicos para promover a autoestima dos compradores. A renda é revertida para projetos de promoção humana. Em virtude da Covid-19, as roupas estão sendo apenas doadas, de acordo com a necessidade do público.

Visitadores: composto por voluntários que atuam em diversos bairros, visitando mensalmente as  famílias. Doam-se cestas básicas, remédios, roupas e fraldas geriátricas. Cabe ao visitador acompanhar cada família, resgatando potencialidades através de cursos e ações que visam a promoção da cidadania.

Grupo Esperança: formado por pessoas soropositivas que buscam, através da convivência e terapia ocupacional, uma melhor qualidade de vida. Os encontros ocorrem uma vez por semana e contam com o acompanhamento da Casa. Porém, as atividades estão suspensas em virtude da pandemia.

Gestantes: encontros com gestante promovidos uma vez por semana, com o acompanhamento da Casa e com o auxílio de psicólogas, médicos, enfermeiras, até o nascimento e após com a doação de enxoval.

CASA MADRE TERESA EM NÚMEROS *

●       14 mil pessoas assistidas, sendo 770 delas auxiliadas em serviços psicológico, jurídico e em atendimento especializado para soropositivos e gestantes;

●       18,7 mil prescrições de medicamentos do SUS (cada receita pode conter diversos remédios);

●       63 mil fraldas doadas para o público e para os hospitais Geral, Pompéia e Virvi Ramos;

●       15,8 mil cestas básicas doadas (189,4 toneladas de alimentos);

●       4,4 mil peças de roupas, cobertores e enxovais para bebês doados.

*Média anual, levando em consideração os registros dos anos 2019 e 2018.

FOTOS
Legenda
: Biscoitos são preparados pelas voluntárias da Casa Madre Teresa e serão vendidos até dezembro.
Créditos: Fabio Grison          

__________________________________________________________

Muito bacana o trabalho desenvolvido pelo voluntariado junto à Casa Madre Teresa e por esta entidade.

Neste caso, a nós, basta aproveitar a parte boa, adquirir os deliciosos biscoitos confeccionados pelas mãos habilidosas e nos deliciarmos com um cafézinho.

Vamos colaborar?

Beijos,

Zucca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*