COM QUE SAPATO EU VOU?!

Me Diga Para Onde Vais…

E Te Direi Que Sapato Levar!

 

Gente, a roupa sempre é supervalorizada… Afinal, quando vamos fazer a mala, quando somos convidados para algum evento, viagem  ou afins, logo pensamos… “Com que roupa?” Tem até aquela música, né? “…Com que roupa… com que roupa… com que roupa, eu vou?… pro samba que você me convidou…”

Até Noel Rosa já sabia que não dava pra ir de qualquer jeito a parte alguma… mas gente… e o sapato?! É muito mais importante! E eu provo! No final deste post, você estará concordando comigo!

Sinceramente, com um vestidinho preto, basico, eu vou a praia, ao shopping , ao super e à balada… depende do sapato e bolsa que eu acompanhar… Fala sério!

E, digo mais, dependendo do sapato, o “evento” vai ser bom ou ruim… Afinal, o teu pé é que vai te levar e te “manter” por lá, é ou não é?

Em termos de sapato, só existem dois tipos de pessoas: as que se importam muito com os seus e as que não ligam. Contudo, este post também é para estas ultimas.

Porque as que não ligam, sempre acrescentam ao final: “… qualquer um… “que não me machuque”, ou  “que seja confortável”, ou “que me sirva” , ou “que combine com tudo”. Não é verdade?

Muito bem, este post acabará sendo um #publipost, porque sou parceira da loja Santa Lolla Caxias e meus exemplos cairão nos modelos da loja, já que, há anos, só calço Santa Lolla. Mas, do fundo do coração, os conselhos são reais e oficiais, para quem está fazendo a mala.

Escolhi alguns destinos que conheço bem e para os quais posso passar dicas de que calçado levar para você passar bem e arrasar. Escolhi Fernando de Noronha – PE, Jericoacoara – CE e Balneario Camboriou-SC, como exemplos, porque são destinos completamente diferentes, e muito peculiares nos seus estilos. Como base neles, creio que você esteja preparada para qualquer destino nesse país.

FERNANDO DE NORONHA

Se o destino  for esta ilha maravilhosa, esqueça o salto alto. Ok, se você contar com um carro lá (camionetes, bugues) que te peguem na porta da pousada e te larguem na porta do restaurante, festinha etc… pode levar uma flatform ou anabela bem rustica.

Todo mundo fala que Noronha é um paraíso. É mesmo! Sei disso porque já estive lá quatro vezes, amo. Mas é ecoturismo, ok? Não é Caribe, Cancun ou Miami. É Noronha! Embora hoje já conte com pousadas super confortáveis e charmosas, restaurantes deliciosos e seja destino de famosos (em 1996 não havia hoteis, pousadas ou agua quente no chuveiro… e a Pousada do Zé Maria era onde fica seu restaurante hoje… bateu saudades!) ainda é Ecoturismo, graças a Deus. Não se empolgue com os looks das famosas e blogueiras no Reveillon… fique de olho nos looks da vida real.

Logo, para os pés leve: rasteiras de todos os tipos e cores, flatforms e anabelas para a produção noturna. Se  for adepto dos esportes, tenis. O calor é de rachar, então eu descarto alpargatas –  mas se curte, cabe.

Veja as opções que separei:

flat no espírito de Noronha

Esta e a de baixo… Mais Noronha, impossivel. Solado de palha de bananeira.

Usei na Brava… mas é super Noronha. Outra flat, lisinha, da cor de 2018. Linda com longos, de trico, bem verao…

Esta é uma flat chic… em Noronha, use a noite.

unico tipo de salto que levaria para Noronha, para usar em alguma noite, com algum vestido… algo especial…

 

 

JERICOACOARA – JERI

A unica informação que você precisa ter sobre Jeri, no que se refere a calçados é que JERI NÃO TEM CALÇAMENTO! Todas as ruas SÃO DE AREIA! Isso mesmo, saindo da porta de sua pousada para ir a qualquer lugar é areia, tipo tudo construído sobre areia. Alguns restaurantes e lojas também tem o chão de areia. A areia é fofinha… Treino de pernas diário e a todo momento. Não há a menor possibilidade de usar outro calçado que não seja chinelos. Não, nem sandalias, nem na pousada, nem para andar uma quadra… Ninguem usa, porque não dá. Pode levar um tenis ou uma espadrilhe tipo alpargatas caso precise dirigir um quadriciclo. Mas esteja preparada para bater a areia de dentro, a todo instante.

Usei basicos de dia e brilhosos a noite. Mas sempre flats.

 

 

 

 

BALNEÁRIO CAMBORIU

Bem… aqui vale tudo! A primeira informação relevante é que jamais deve ser referir a  à  Balneário  Camboriu como “Camboriu” (foi-se o tempo, agora Camboriu é outro município, para quem ficou do lado de lá da BR101). Se quiser abreviar,  diga Balneario (apenas) ou BC. Esclarecido isto, em BC as pessoas vivem como se não fosse de fato uma praia. Os locais, a decoração dos imóveis, as roupas e costumes,  são todos  de uma cidade metropolitana, só que provinciana, porque é pequena. É difícil  explicar,  só vivendo a experiencia. Balneario Camboriu  anda na mídia ,seja por famosos da musica ou do futebol que tem casas em condominios lá, ou pelo fato de ser um fenômeno imobiliario, mas que tem consequencias negativas, como sombra na estreita faixa da poluida orla (veja vídeo do Fantástico exibido no dia 07/01/2018).

O fato é que, sendo assim, se você quer estar adequada a qualquer programação, seja de praia seja para a noite, para frequentar os lugares mais badalados, deve colocar na mala, desde o chinelo para desfilar na areia, até o salto altíssimo para usar com o vestido da balada. Vai do teu estilo.

Mas esqueça o visual Guarda do Embaú, Praia do Rosa… a vibe é outra. Mesmo os beach clubs concentram garotas e mulheres  e calçadas para  impressionar.

Eu sempre brinco, quando alguma amiga minha me pergunta se não “está demais” para sair na noite de BC, algum look, respondendo que por mais que a pessoa  se esforce, nunca estará “demais” quando em BC.

Seja livre em Balnerario Camboriu, encha a mala.

Não sou adepta do visual padrão de BC, mas alguns calçados são legais de ter aquela bandas.

Mule jeans com salto para almoços e jantares em lugares bacanas

flats para vestidos longos, afinal praia é praia…

para badalar e impressionar, o maximo que uso é isso… anabela com saltos altos… mas cordas para deixar mais esportivo

saltos altos para a balada

 

flatforms para … tudo…

Bem eclético, não é?

Com esses três destinos, é possível ter uma idéia de como fazer a mala para o seu. Mas, como falei no título: me diga para onde mais e direi com que sapato deves ir! Falo sério, se eu não conhecer o local, me informo. E passo a dica!

Ter sapatos adequados e confortáveis para suas férias é item obrigatório na mala de qualquer pessoa que se preze (ame e respeite) muito!

Beijos e bom verão, pessoal!

Zucca

PS:  e desculpem as brincadeiras! Mentira! Adoro!


Gostou? Compartilhe!

Share on FacebookPin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*